logo
GALATEA
(30.7K)
FREE – on the App Store

A Possessão de Price

Quando a jornalista em ascensão Kate Dawson insulta o empresário mais rico da cidade, ela se torna seu alvo. Mas quando ela o flagra em um ato de perversão, ela foca em puni-lo. Neste jogo de dominação, será que Kate vai aprender a gostar de se submeter?

Classificação etária: 18+

 

A Possessão de Price por Stanlight está agora disponível para leitura no aplicativo Galatea! Leia os dois primeiros capítulos abaixo, ou faça o download do Galatea para obter a experiência completa.

 


 

O aplicativo recebeu reconhecimento da BBC, Forbes e The Guardian por ser o aplicativo mais quente para novos romances explosivos.

Ali Albazaz, Founder and CEO of Inkitt, on BBC The Five-Month-Old Storytelling App Galatea Is Already A Multimillion-Dollar Business Paulo Coelho tells readers: buy my book after you've read it – if you liked it

Leia o livro completo no app do Galatea!

1

Resumo

Quando a jornalista em ascensão Kate Dawson insulta o empresário mais rico da cidade, ela se torna seu alvo. Mas quando ela o flagra em um ato de perversão, ela foca em puni-lo. Neste jogo de dominação, será que Kate vai aprender a gostar de se submeter?

Classificação etária: 18+

Autor original: Stanlight

KATE

Eram 18h15, e as pessoas saiam do saguão da torre de escritórios da Price Industries enquanto eu cruzava o piso de mármore polido em direção às portas do elevador.

A entrevista não foi o que me deixou nervosa, embora muita coisa dependesse de ela estar indo bem.

Não. Foi a viagem de elevador.

Minha claustrofobia era imprevisível e variava de leve a grave.

Ao apertar o botão “subir” para chamar o elevador mais próximo, um suor frio começou a brotar nas minhas costas e na minha testa. Meu coração começou a disparar, enquanto eu limpava minha maquiagem, com medo de manchar.

Não se preocupe. Não entre em pânico.

Merda.

Com um amigável ding , as portas do elevador se abriram, revelando um interior completamente normal.

Eu não conseguia lidar com o espaço fechado.

Era como entrar em meu próprio túmulo.

“Kate, controle essa merda”,disse para mim mesma, e me forcei a entrar.

As portas começaram a fechar e eu gritei, pulando de volta para o saguão.

Eu poderia voltar a respirar com tranquilidade depois que eu saísse de lá, mas o que eu precisava estava no último andar.

Era onde ficava o escritório de Taylor Price. O CEO da Price Industries. Um bilionário. Um titã da indústria. Um recluso.

Este foi o segundo esforço que fiz para conseguir a entrevista; sua secretária tinha acabado de me notificar de que ele tinha aceitado nosso pedido de uma segunda tentativa.

Na primeira vez, ele cancelou comigo no último segundo.

Arthur, meu editor no The Daily House , não estava feliz que essa oportunidade tivesse escapado.

Não foi minha culpa, mas os resultados eram a única coisa que Arthur queria.

Bem, se eu não entrasse nesse elevador, o resultado seria perder a entrevista e meu emprego. E então, basicamente, minha vida desmoronaria.

Minha Nana era a única família que eu tinha em toda a Filadélfia — em toda a Pensilvânia, aliás. Éramos apenas nós duas desde que meus pais morreram quando eu tinha doze anos.

E agora, a vida de Nana foi tomada por consultas médicas, prescrições e tratamentos. Ela sofria de artrite severa e osteoporose, e as contas estavam sempre aumentando.

Eu precisava dessa entrevista e, para consegui-la, precisava entrar no elevador.

E para fazer isso , eu precisava de ajuda.

Kate
Estou pirando
Rick
Ele cancelou com você de novo?? Que pedante!
Kate
Ainda estou no saguão, estou tendo um dos meus colapsos
Rick
O que é?
Rick
O elevador?
Kate
Sim
Rick
Você respirou?
Kate
Sim, não ajudou
Rick
Você está no elevador agora?
Kate
Não consigo entrar
Rick
Você está com seus fones de ouvido? Coloca uma música e feche os olhos
Rick
Vai acabar antes que você perceba
Rick
Quer que eu fique com você enquanto você sobe?
Kate
Eu não estou com meus fones de ouvido
Rick
Por que não?
Kate
Isso importa? Eu simplesmente não estou
Rick
Tem alguém por aí que pode subir com você?
Kate
Isso é tão embaraçoso… Eu não sou uma criança em um aeroporto!
Rick
Você não precisa ter vergonha.
Rick
Você PRECISA fazer essa entrevista.
Rick
Escadas?
Kate
Ele está no último andar
Rick
Ah, sim, você estaria destruída quando chegasse lá
Kate
Obrigada
Rick
Descreva como você se sente
Kate
Obrigado por me ouvir, não sei o que faria sem você
Kate
disparado, suando, um pouco tonta
Kate
Talvez eu deva tentar reagendar?
Rick
?!??! Você está falando sério?
Rick
Péssima ideia! Faça o que for preciso, mas faça aquela entrevista HOJE!
Rick
Você é uma grande repórter e uma grande escritora, e sabe disso
Kate
Rick
Você é, mas você não precisa que o Arthur tenha algo contra você!
Kate
Você não está me acalmando!
Rick
Então pare de ter ideias ruins!
Kate
OK!
Rick
Ele não vai demitir você, ele nunca faria isso, então concentre-se no que você precisa se concentrar
Rick
O elevador. Faça o que eu digo, exatamente o que eu digo. As portas estão abertas?
Kate
Sim
Rick
Os botões estão à direita ou à esquerda?
Kate
Esquerda
Rick
Kkkk. Você vai se sentir boba, mas está tudo bem. Segure seu telefone EM CIMA perto do seu rosto, eu não quero que você olhe para mais nada
Kate
Ok … estou fazendo isso. Tudo o que vejo é minha tela.
Rick
Entre, vire à esquerda e aperte o botão do último andar… Faça isso agora! Não pense!
Rick
Vai! Vai! Vai!
Rick
…? Kate? O que está acontecendo? Conseguiu entrar?
Kate
SIM, SUBINDO, OH DEUS OH DEUS
Rick
Está tudo bem … tudo bem … pense em um campo aberto … pense em caminhar em direção à sua própria porta
Kate
Está tudo certo, tudo bem.
Rick
Em que andar você está?

Limpei uma gota de suor da minha testa e abri os olhos. O elevador apitou e as portas se abriram.

“Ah!” O mais rápido que pude, pulei para fora do elevador.

As enormes janelas ao meu lado davam para uma vista épica do último andar.

Imediatamente, meu coração começou a voltar ao normal. Isso não ajudou com o suor ou o a maquiagem provavelmente derretida de jeito desastroso, mas eu consegui.

Kate
Nossa, você é um santo.
Kate
Estou aqui. Estou bem.
Rick
Não, não está.
Kate
???
Rick
Você está excelente. Você agora é uma atiradora. Você é uma ninja. Você é uma fisiculturista detentora de recordes mundiais.
Rick
O que você não pode fazer? Vá pescar esse peixe grande, faça sua entrevista, volte para casa e escreva!

Um enorme sorriso apareceu no meu rosto. Rick era o melhor. Eu devia muito a ele por isso.

Peguei meu espelho compacto e vi meu reflexo manchado. Suspirei.

Droga.

Encontrei um banheiro feminino e lavei o teste de Rorschach que um dia tinha sido minha maquiagem.

Chequei se agora estava tudo certo, no espelho.

Lá estava: garota de olhos âmbar, covinhas e uma cabeleira ruiva que parecia sempre chamar a atenção das pessoas.

Eu me recompus enquanto caminhava para a área de recepção.

Encontrei uma garota loira, pequena, com cara de boneca, de vinte e poucos anos, sentada atrás de uma mesa, e limpei a garganta.

“Eu sou Kate Dawson, do The Daily House . Tenho um encontro com o Sr. Price. ”

“Oh, claro”, disse a recepcionista, franzindo ligeiramente a testa. Evidentemente, eu não era o que ela esperava. “Por favor, venha por aqui.”

Ela me conduziu por um grande corredor com decoração minimalista que cheirava a poder. No fim dele, havia uma grande porta de mogno.

“Por favor, sente-se, Sra. Dawson. Vou informar ao Sr. Price que você está aqui.”

Depois que Taylor Price remarcou nossa primeira entrevista, Arthur não gostou. Ele até ameaçou me demitir se outro jornal ganhasse a exclusividade antes de nós.

Ninguém jamais teve a chance de entrevistar Taylor Price cara a cara; era como se o homem não existisse.

Isso ou ele simplesmente não queria tornar sua vida propriedade pública.

Portanto, esta era uma oportunidade única na vida. Uma que eu não podia me dar ao luxo de estragar.

Pare com isso, eu me ordenei. Olho na bola. Cabeça no jogo. Você conseguiu.

Observei a secretária bater na porta de mogno e entrar na sala. De repente, as palmas das minhas mãos ficaram suadas.

Tive um vislumbre dos sapatos do Sr. Price antes que a porta se fechasse. Eles estavam completamente pretos e quase pareciam… Cintilantes.

“Claro, senhor”, ouvi pouco antes de alguém sair de seu escritório.

Eu me levantei, abrindo um sorriso.

“Sr. Price, estou… Oh. “

Mas não era Taylor Price. Outra mulher saiu de seu escritório. Eu engoli o resto das minhas palavras.

Sentindo-me inexplicavelmente constrangida, puxei de leve minha saia preta de cintura alta. A mulher era linda. Linda demais para trabalhar aqui.

“Dawson, presumo? ”

“Sim,” eu balancei a cabeça. “Mas eu estava esperando o Sr. Price?”

“Sim, sou Kristen, assistente do Sr. Price. Sinto muito, Sra. Dawson, mas o Sr. Price terá que reagendar. ”

“O que?!” Eu explodi, sem acreditar. “Mas eu estou aqui… Quer dizer, por que reagendar?”

“Infelizmente, ele tem outra reunião agendada.”

Minhas mãos se fecharam em punhos. Minhas narinas dilataram.

“Sinto muito, Sra. Dawson — Kate — mas temo que não haja mais nada que eu possa fazer, exceto sugerir um dia diferente.”

“Você não entende,” eu bufei. “Ele está brincando com a minha carreira. Se eu voltar com a mesma história, meu chefe vai me demitir.”

“Por favor, Kate,” Kristen balançou a cabeça. “O Sr. Price não gosta de cenas no escritório.”

“Eu estou implorando. Duas perguntas… Uma! Qualquer coisa, por favor.”

“Por favor, aceite a remarcação. Eu não quero ter que chamar a segurança.”

Eu dei um sorriso sarcástico e coloquei minha bolsa no braço.

“Eu vou embora, mas por favor, passe esta mensagem ao Sr. Price para mim. Você tem uma caneta? Por favor, diga a ele, por mim: foda-se, seu… idiota do caralho!

Eu me virei e saí correndo, abrindo a porta da escada, esquecendo que tinha pegado o elevador, esquecendo que teria que descer trinta e sete andares, esquecendo de tudo.

Tudo que eu podia ver era vermelho.

Eu tinha acabado de dizer ao homem mais poderoso do mundo que ele podia ir se foder.

Arthur ia me demitir.

Estou perdida.

TAYLOR

“Ela disse O QUÊ?!”

Sentei-me atrás da minha grande mesa antiga, as sobrancelhas unidas em uma linha fina, enquanto uma enxurrada de sons de atividades e chamadas em conferência e notificações e-mails e mensagens de texto cortavam o ar do meu escritório lotado.

Kristen estava diante da minha mesa com o traço de um sorriso divertido em seus lábios.

“Idiota.. Do caralho. Palavras dela, Taylor. Não minhas.”

Ninguém, exceto talvez meu pai, tinha falado assim comigo. Pelo menos não na minha cara. Minha tolerância era limitada e meu nome muito respeitável para permitir que alguém o manchasse.

Não foi minha culpa que os negócios tenham atrapalhado a entrevista.

Não é todo dia que tenho a oportunidade de assumir o controle da Jameson Enterprises. Eu tinha acabado de arrancá-la das mãos de Grayson.

Um ato implacável?

Pode ser.

Teria um preço alto a pagar por isso, mas todos os que ousaram me enfrentar sabiam disso: não importa as circunstâncias, Taylor Price sempre vence.

Uma lição que pretendia dar à Sra. Dawson.

Kristen disse: “Deixe essa pobre garota em paz”.

“Você sabe como me sinto em relação aos jornalistas”, eu disse. “E se ela for cara-de-pau o suficiente para me ligar…”

“Para um idiota?”

“Sim. Quê? Onde isso termina? ”

Eu era um homem extremamente ocupado e meu tempo era avaliado em algo em torno de US $90.000 por hora. Quem ela pensa que é?

Eu deveria apenas ter deixado isso pra lá.

Mas esse não era o meu jeito.

Eu pagaria o preço para lhe dar uma lição.

***

Rick
Cadê você?
Kate
Com minha Nana.
Kate
A propósito, ela disse oi.
Rick
Você precisa ir pro escritório
Rick
Agora
Kate
… O que é?
Rick
É sério.

Uma onda de pavor passou por mim.

Dediquei minha vida inteira ao meu trabalho — às custas de todo o resto.

Minha única amiga e família era Nana, e ela dependia do meu trabalho ainda mais do que eu.

Agora, graças a um menino grande e rico com um ego maior ainda, tudo pelo que trabalhei tanto estava em risco.

Eu vou ser demitida.

 

Leia o livro completo no app do Galatea!

2

Tom
Ótimo trabalho com a Jameson, parceiro. Você os segurou pelas bolas e não largou de jeito nenhum.
Taylor
Obrigado
Taylor
Estou feliz em conseguir fazer isso — mais do que feliz
Taylor
Às vezes é divertido tirar algo de outra pessoa, sabe?
Tom
Lembre-me de nunca virar as costas para você hahaha
Taylor
O escritório não é o mesmo sem você, Tom
Taylor
Quando vou ter meu braço direito de volta, cara?
Tom
Eu volto em breve
Taylor
Hoje à noite? Para a coletiva de imprensa?
Tom
Taylor
Fantástico! Odeio essas coisas
Taylor
Você é um salva-vidas!
Tom
Desculpa por eu ter estado fora disso nos últimos tempos
Taylor
Não precisa pedir desculpas, cara. Você já estava ocupado com as subsidiárias europeias.
Taylor
Sem chances deu ter conseguido fazer isso sem a sua ajuda ali.
Tom
Falsa modéstia não combina com você, cara.
Taylor
Não é, estou realmente sendo sincero.
Tom
Lamento não termos nos falado nos últimos meses
Taylor
Acha que você vai ter tempo para um ou dois dias de R&R? Sair do escritório por um tempo e enlouquecer?
Tom
Ei, não sou eu quem você tem de convencer …
Taylor
Bem, se eu pudesse fazer com que a diretoria permitisse que você trabalhasse remotamente…
Tom
Não me refiro ao Conselho…
Taylor
Então estou perdido… logo!
Tom
Bem, eu estava pensando em deixar para contar isso quando chegássemos…
Taylor
Oh…!
Taylor
Você é parte de um “nós” agora, isso é emocionante
Taylor
Soldado abatido a caminho
Tom
Cuidado, ou você será o próximo!
Taylor
Sem chances de isso acontecer
Tom
No segundo em que você não estiver procurando por ele, é quando ele vai te atingir
Taylor
Já volto, só preciso
Taylor
Tom
Espere e verá…
Taylor
ENTÃO você trará seu “acompanhante” esta noite?
Tom
Correto
Tom
Minha… noiva!
Taylor
Puta merda, Tom. Por que você sempre tem de ser TÃO sério?
Taylor
Noiva??
Taylor
Tudo bem, estou feliz por você
Taylor
Não achei que você fosse do tipo que se acomoda
Tom
Você não é o único
Tom
Mas acredite em mim, eu sou do tipo que se acomoda ⌨
Taylor
Você ainda é um nerd, a Sra. Tom sabe disso?
Taylor
Então você vai trazê-la esta noite?
Tom
Isso mesmo
Taylor
Droga. Sr. e Sra. Tom Rockwood
Taylor
Qual é o nome dela?
Tom
Everly Grey
Taylor
Haha, sério, quem é ela?
Tom
??? Everly…
Tom
Grey…
Tom
… Taylor? Alô? Você ainda está aí?
TAYLOR

Eu tinha acabado de fechar um dos negócios mais importantes da minha vida, consegui derrotar o meu inimigo — Grayson — no processo e providenciei uma celebração incrível, tudo em um dia.

Foi incrível. E ainda…

Everly Grey .

A única mulher por quem eu admiti ter sentimentos.

E quem destruiu minha fé nos relacionamentos, depois disso.

E agora aqui estava ela… Noiva do meu parceiro de negócios, Tom.

O que há de errado com ela? O que ela está fazendo?

Tom era um dos meus melhores amigos. E Everly tinha que saber disso.

Ela deve ter mantido nosso relacionamento em segredo, Tom não deve saber.

O que significava que eu teria que manter isso em segredo de Tom, também.

O que diabos ela está fazendo?!

Precisei de toda a minha força de vontade para não quebrar a minha cobertura inteira.

Não, destruir só o meu quarto seria o suficiente.

KATE

Eu fiz uma cara de brava, entrando no escritório do The Daily House .

A qualquer segundo agora, meu mundo inteiro entraria em colapso.

Olhei ao redor da sala, tentando desesperadamente encontrar Rick. Eu precisava saber o quão ruim estavam as coisas antes de me encontrar com Arthur, o editor-chefe.

O escritório parecia mais caótico do que o normal. Os telefones tocavam fora do gancho, as pessoas corriam como baratas tontas.

No meu caminho até o andar de cima, ouvi alguns colegas de trabalho cochichando sobre uma aquisição hostil que acabara de ocorrer na Jameson Enterprises.

Talvez tenha alguma coisa a ver com o que aconteceu.

Um pequeno suspiro escapou dos meus lábios quando me sentei atrás da minha mesa. Minhas mãos correram sobre a superfície lisa.

Esta pode ser a última vez que me sentei aqui.

Liguei meu computador e sorri quando meus olhos avistaram meu distintivo ao lado do teclado.

Kate Dawson, Daily House Reporter.

Eu ia sentir falta desse lugar.

“Ah, aí está você.”

Esse sotaque britânico só poderia pertencer a uma pessoa: Rick.

“É melhor ir andando, Kate”, disse Rick, parando em frente à minha mesa. “Arthur está em seu escritório esperando por você.”

“Quão ruim está a situação?” Eu perguntei, mordendo meu lábio inferior.

Rick franziu a testa. “Do que você está falando?”

Agora foi a minha vez de franzir a testa.

“Esperar. Do que você está falando? “

“Você vive em outro planeta? A Price Industries acaba de adquirir a Jameson Enterprises. Está tudo no noticiário. Há uma reunião esta noite, e o Sr. Price convidou alguns repórteres para cobrirem o evento. Vamos, precisamos ver Arthur.”

Isso significava que… Eles não sabiam? Não tive tempo para digerir essa informação, porque a próxima coisa de que eu me dei conta foi que Rick me arrastava para o escritório de Arthur.

“Você é uma mulher difícil de se encontrar, Dawson”, Arthur disse, em desaprovação.

Se você soubesse o porquê — pensei, sentando-me em frente à sua mesa.

“Desculpe, Arthur. Foi uma manhã ocupada.”

“Eu imagino. Como foi a entrevista?” Arthur perguntou, recostando-se em sua cadeira.

Eu engoli nervosamente. Aí vem a parte em que conto a ele o que aconteceu, seguida pela parte em que o segurança me acompanha para fora do escritório.

“Foi… Uh…” eu comecei.

“Ela acertou em cheio …” Rick rapidamente me interrompeu, fazendo-me virar e franzir a testa para ele.

Do que ele estava falando?

Ele nem sabe o que aconteceu , pensei.

Mas ele colocou a mão sobre a minha e deu um pequeno aperto. Como se dissesse: Te peguei .

“Estávamos apenas revisando; ela tem ótimas peças. ”

“Bom. Mas isso pode esperar até a próxima impressão. Rick, você a informou?”

“Não. Achei que soaria melhor vindo de você. “

“Ok,” eu disse, mais confusa a cada segundo. “Alguém pode me dizer o que está acontecendo aqui?”

“A Price Industries está realizando uma conferência de imprensa, bem como um pequeno evento esta noite. Apenas alguns repórteres foram convidados para acompanhar todo o evento e, curiosamente, o Sr. Price pediu pessoalmente que você estivesse entre os poucos.”

“O que?” Eu podia sentir minha mente explodindo.

“Sim, minha querida. Você deve ter causado uma boa impressão na entrevista. Se você continuar assim, logo estaremos conversando sobre uma promoção, Dawson. ”

O resto da conversa passou como um borrão. Eu não me lembro de uma palavra sequer. Tudo que eu conseguia pensar era:

Pediu pessoalmente?

Promoção?

O que diabos está acontecendo?!

***

Sentei-me atrás da minha mesa, olhando para uma tela vazia. Rick me informou calmamente que sabia que eu tinha estragado tudo.

Ele não sabia dos detalhes — e não queria conhecê-los, por falar nisso. Ele podia ler no meu rosto. E ele sabia que essa era minha chance de me redimir.

E o prêmio de colega do ano vai para…

Mais uma razão pela qual Nana estava me pressionando para me casar com Rick. Se ao menos ele já não fosse casado!

Poucos minutos antes, eu tinha certeza de que seria demitida, e agora isso? A julgar por todas as histórias que li ao longo dos anos sobre Taylor Price, isso não combinava com sua personalidade.

Se ele era tão implacável quanto diziam, por que estava me dando uma segunda chance?

Ou eu tinha um anjo da guarda cuidando de mim… Ou isso era uma armadilha.

Essa noite, de uma forma ou de outra, eu iria descobrir.

TAYLOR

Desconto minha frustração com a notícia do casamento de Tom quebrando meu quarto em pedacinhos. Uma equipe de zeladores veio limpar minha bagunça enquanto eu passava os olhos por alguns e-mails em meu tablet.

Foda-se , pensei, e joguei o tablet para longe. Eu inclinei minha cabeça, apoiando-a em minhas mãos.

Everly .

Depois de tantos anos, ela ainda tinha um jeito de me atingir.

A vadia. Não foi o bastante que ela tivesse acabado com nosso tempo juntos do jeito que ela fez.

Agora ela estava de volta, e noiva de meu parceiro de negócios?

Ela está tentando foder comigo?

Se ela estava, estava funcionando.

Não importa. Apesar disso, queria aproveitar ao máximo essa noite.

Finja que eu não a conhecia.

De qualquer forma, eu tinha muitas coisas com que me distrair.

Eu tinha Kristen.

Eu tinha a coletiva de imprensa.

E, claro, eu tinha um repórter irritante que ousou me chamar de “idiota do caralho”.

Eu esperava ansiosamente pelo que estava reservado para ela.

Kristen estava certa. Existem outras maneiras de ensinar uma lição a alguém.

Claro, Kristen queria que eu fosse gentil. Que eu realmente desse a essa garota a entrevista da sua vida.

Permita alguns ataques verbais pouco profissionais aos seus modos, mas, por outro lado, faça o certo pela Sra. Dawson.

Não.

Depois dessa notícia repugnante do meu parceiro de negócios.

Depois de ser lembrado de Everly.

Depois de ter o que deveria ter sido um dos melhores dias da minha vida arruinado por outra mulher.

Eu tinha apenas um tipo de lição em mente para a Sra. Dawson.

Oh, eu estava ansioso por isso agora.

KATE

Eu não estava acostumada a usar vestidos para conferências de imprensa. Enquanto colocava a peça mais elegante que possuía — um intrincado vestido midi de renda — ouvi Nana chamando do outro cômodo.

“Apresse-se e deixe-me ver você já!”

Saí e dei uma volta para Nana, que estava deitada na cama, mas bateu palmas de alegria.

“Olhe para você”, disse ela. “Tão bonita.”

Sentei-me ao lado de Nana na cama, olhando para ela de perto. Mesmo quando ela estava doente, a mulher continuava sendo uma centelha de alegria.

A Sra. Kirby, a enfermeira da casa, concordou em ficar mais algumas horas, mas devido à alguma emergência, ela teve que cancelar.

Normalmente, eu teria deixado meus planos de lado. Mas essa noite, meu trabalho realmente dependia da minha presença lá.

Como se estivesse lendo minha mente, ela deu um tapinha na minha mão. “Pode ir,” ela insistiu. “Não há nada com que se preocupar.”

Peguei a mão da minha avó e dei um leve aperto para me tranquilizar.

“Tem certeza, Nana?” Eu perguntei, hesitante.

“Sim, Kate. Agora vá, e enquanto você estiver lá, por favor, tente encontrar um príncipe bonito que a deixará louca. “

“Bem…” eu disse, me levantando da cama e beijando a testa de Nana. “…Eu acho que é melhor eu ir embora então. Lá vem champanhe caro e ovos de peixe. ”

Eu não pude evitar revirar meus olhos.

“Chama-se 'caviar', querida. Viva um pouco.”

E com isso, Nana piscou e me expulsou.

Eu tinha que admitir: talvez eu quisesse ficar com Nana apenas para não ter que confrontar Taylor Price.

Depois do que eu o chamei, eu temia a ideia de realmente conhecer o homem. Havia grandes chances de que eu estivesse prestes a ser mastigada e cuspida.

Mas isso só provaria que eu estava certa. Que Taylor Price era um “babaca”.

E, ei, se ele disser algo, isso pode ser munição para o meu artigo.

Então, inferno… O que tenho a perder?

 

Leia o livro completo no app do Galatea!

A Serva do Dragão

Viaje no tempo com esta reinterpretação medieval da fumegante ~Cidade Réquiem~! Madeline serviu aos poderosos metamorfos Dragões da Horda de Réquiem desde que era jovem. Em seu aniversário de dezoito anos, Hael, o próprio Senhor do Dragão, fixa seus olhos verde-esmeralda em Madeline. Ele tem planos ~maiores~ para ela. Madeline será a escrava sexual subserviente que Hael exige? Ou esse dominador ultra sexy encontrou seu par?

O Guardião Possessivo

Quando a colega de quarto de Kara diz que seu primo vai dormir no sofá por algumas noites, Kara não se importa muito. Até que ele aparece, e eles incendeiam os mundos um do outro.

Tranquilidade

Fora do Reino Licantropo, Lilac de dezoito anos é uma lobisomem tímida — mas ela é linda, e todos ao seu redor estão notando.

Quando um cheiro que ela não pode ignorar a atinge e ela é forçada a reconhecer seus desejos, ela se vê olhando para o infame Kyril Vasilo. E ela descobre que ele não é apenas um lobisomem qualquer… ele também pode ser seu par.

Reaprender a Amar

POV: Resumo

Josiah é um motociclista, em luto pela morte de sua esposa. Quando ele inesperadamente herda dois comércios na cidade de Bracketville, ele conhece Brooke, uma mulher local que espera escapar para um lugar melhor. Os dois se unem rapidamente, vendo no outro uma chance de recomeçar. Mas ser o líder de uma gangue de motociclistas é perigoso—colocando em risco o futuro dos jovens amantes…

Classificação etária: 18 +

Autor original: E. Adamson

Fada Madrinha Ltda.

Todo mundo já quis ter uma fada madrinha, certo? Bom, Viola descobre que tem uma – ela só precisa assinar um contrato e todos os seus sonhos e fantasias românticas se tornam realidade! O que poderia dar errado? Que tal o detalhe que ela agora precisa competir em um jogo perigoso contra outras mulheres para conquistar o coração de um príncipe deslumbrante? Que comecem os jogos!

Grayson, o Alfa

Sequestrada quando criança, Lexia se tornou uma guerreira endurecida e está planejando uma rebelião que pode derrubar a hierarquia Alfa. Só há um problema: ela está acasalada com um dos doze Alfas do mundo — e ela não sabe com qual deles. Quando Alfa Grayson aparece com uma proposta interessante e um olhar penetrante, os planos mais bem elaborados de Lexia são postos em xeque. Ela finalizará seus planos ou cederá ao coração?

Classificação etária: 18 +

Disclaimer: observe que esta história não está diretamente conectada a O Roubo do Alfa, que é uma adaptação imersiva e reinventada de Alfa Kaden. Esta história faz parte da versão original do autor da série Alfa e você pode apreciá-la como uma história independente!

Nota: Esta história é a versão original do autor e não tem som.

Nas Garras da Paixão

Não existe ninguém no mundo que não ame Scarlet. Ela é jovem, linda, e tem a alma de um anjo… Então é um choque quando o seu amante prometido se revela o impetuoso e cruel Alfa-Rei.

Temido por todos – e com razão- ele retornou depois de sete anos para retomar o que é seu. Será que Scarlet poderá faze-lo abaixar a guarda, ou vai acabar implorando por piedade?

Classificação etária: 18+

Centelha do Desejo

Órfã jovem e transferida de lar adotivo para lar adotivo, Adeline passou os últimos nove anos sozinha e com um segredo: ela é um lobisomem. Quando, sem saber, ela entra no território da matilha durante uma corrida, ela é capturada e logo descobre que encontrar sua própria espécie não era tudo o que ela esperava que fosse. Quando ela encontra o alfa que a detém contra sua vontade, faíscas voam. Mas será que ele pode vê-la como qualquer outra coisa que não seja um selvagem? Ou ela será sua prisioneira para sempre?

De Repente

Hazel Porter se sentia perfeitamente feliz com seu trabalho em uma livraria e seu apartamento aconchegante. Mas quando um encontro assustador a joga nos braços de Seth King, ela percebe que há mais na vida – muito mais! Ela é rapidamente lançada em um mundo de seres sobrenaturais que ela não sabia que existia, com Seth bem no centro: um Alfa feroz, forte e lindo, que não quer nada além de amá-la e protegê-la. Mas Hazel é humana. Será que isso pode realmente dar certo?

No Rastro das Estrelas

Desde o dia em que nasceu, Rieka foi trancada todas as noites por sua família, incapaz de realizar seu único desejo; ver as estrelas.

Agora, vinte anos depois, ela arquitetou um plano para fugir com seus amigos, mas ela não sabe que este simples ato de rebeldia mudará sua vida para sempre e a colocará na mira de um Alfa que não a deixará partir.