logo
GALATEA
(30.7K)
FREE – on the App Store

Colt (Português brasileiro)

Summer pode até ser casada com um belo homem de negócios, mas ela sabe algo sobre o temperamento dele que os outros não sabem. Quando seu irmão descobre pelo que ela está passando, ele garante que ela seja protegida por seu motoclube. Só que Summer não quer se envolver com a vida de motociclista… até que ela conhece “O Diabo,” e percebe que não há nada como um bad boy para fazer seu coração acelerar.

 

Colt (Português brasileiro) por Simone Elise está agora disponível para leitura no aplicativo Galatea! Leia os dois primeiros capítulos abaixo, ou faça o download do Galatea para obter a experiência completa.

 


 

O aplicativo recebeu reconhecimento da BBC, Forbes e The Guardian por ser o aplicativo mais quente para novos romances explosivos.

Ali Albazaz, Founder and CEO of Inkitt, on BBC The Five-Month-Old Storytelling App Galatea Is Already A Multimillion-Dollar Business Paulo Coelho tells readers: buy my book after you've read it – if you liked it

Leia o livro completo no app do Galatea!

1

Sumário

Summer pode até ser casada com um belo homem de negócios, mas ela sabe algo sobre o temperamento dele que os outros não sabem. Quando seu irmão descobre pelo que ela está passando, ele garante que ela seja protegida por seu motoclube. Só que Summer não quer se envolver com a vida de motociclista… até que ela conhece “O Diabo,” e percebe que não há nada como um bad boy para fazer seu coração acelerar.

Classificação etária: 18 +

Autor Original: Simone Elise

Summer
elliot vai me matar
Scorp
ocupado. falamos mais tarde?
Summer
estou falando sério, scorp
Scorp
o que você está dizendo
Summer
estou dizendo que não fui honesta com você
Summer
Scorp
ELE ESTÁ PONDO AS MÃOS EM VOCÊ ?!
Scorp
aquele bastardo
Summer
desculpa não te contar
Summer
mas esta noite piorou
Summer
ele me bateu com tanta força que eu desmaiei
Summer
acordei há uns 10 minutos
Summer
agora estou escondida no banheiro
Scorp
to indo
Summer
não!
Summer
você não pode vir aqui quando ele está bêbado!
Summer
ele vai nos matar!
Scorp
gostaria de vê-lo tentar
Scorp
onde ele está agora?
Summer
lá embaixo eu acho
Summer
ele gosta de mexer comigo
Summer
ele vai vir me procurar a qualquer segundo
Summer
estou com medo
Scorp
vai ficar tudo bem
Scorp
você pode pular pela janela?
Summer
não, estou no segundo andar
Scorp
Tem alguma coisa aí que você possa usar como arma?
Scorp
Summer ???
Summer
ele me encontrou!
Summer
tem uma sombra sob a porta
Summer
ele tá pirando!!!
Summer
e ouço um som de arranhar
Scorp
o que você quer dizer com som de arranhar??
Summer
como se ele estivesse arrastando algo na porta…
Summer
acho que é a faca de caça dele
Summer
scorp, estou com tanto medo
Scorp
to chegando mana
Scorp
aquele viado nunca mais vai tocar em você
Summer
espera …
Summer
a gritaria parou
Summer
a sombra dele foi embora
Scorp
coloque seu ouvido na porta
Scorp
você ouviu alguma coisa?
Summer
passos …
Summer
ele está indo embaixo
Summer
vou tentar fugir
Scorp
NÃO !!!
Scorp
agora que ele sabe de onde vc tá não pode sair do banheiro
Summer
Vou tentar chegar à janela do quarto
Summer
posso usar a árvore para descer
Scorp
espere até eu chegar aí
Summer
tenho que tentar
Summer
ele vai me matar
Scorp
FIQUE ONDE ESTÁ !!!
Scorp
Summer
Scorp
Summer ?!
Scorp
ME RESPONDE!!!

Imagine conhecer o cara perfeito. Ele é bem-sucedido e bonito. Ele te leva para sair, e vocês fazem um sexo alucinante. Naturalmente, você se apaixona. Você se casa às pressas, e aí ele te bate e você percebe que o cara perfeito estava usando uma máscara o tempo todo.

Logo, você descobre que, às vezes, felizes no momento pode ser melhor do que felizes para sempre. Que, às vezes, castelos podem ser prisões, e que, às vezes, os cavaleiros com armaduras brilhantes andam de motocicletas, não de cavalos.

Você está pronto para o passeio?

ALGUMAS SEMANAS ANTES…

SUMMER

Votos, anéis e coisas caras – é assim que um casamento começa. Com promessas de que vocês vão se amar para sempre, anéis para selar o compromisso, e então, no meu caso, coisas caras começaram a aparecer cada vez que essas promessas e votos eram quebrados.

Dos sapatos de salto de grife e joias requintadas às férias de luxo; tudo me levando a acreditar que toda cicatriz pode ser curada com um presente.

Até ontem à noite.

Eu prometi amá-lo nas coisas boas e ruins, e o ruim não dura para sempre.

Ou, pelo menos, era o que eu dizia a mim mesma porque a situação tinha que melhorar. É por isso que dizem no bom e no ruim, mas ontem à noite a máscara que meu marido usava tão bem caiu completamente e ficou claro que eu precisava sair daqui. Não podia mais ficar.

Amava meu marido, mas a possibilidade de termos um futuro juntos não era mais realista.

Correndo para o armário, pulei, agarrei a alça da mala, puxei para baixo e abri no meio do chão.

Abrindo uma gaveta, peguei meu passaporte e um maço de dinheiro de outra. Essas foram jogadas dentro. Em seguida, esvaziei uma gaveta de joias na mala.

E pensar que nesta época do ano passado, estávamos entrando em nossa lua de mel e eu não conseguia imaginar minha vida sem esse homem … Aos poucos, os motivos pelos quais eu deveria deixá-lo começaram a se acumular.

O que começara como uma explosão ocasional de abuso verbal ou um pequeno empurrão … evoluiu para isso.

Meu marido havia me batido. Me deu um soco no rosto. Pela primeira vez, ele cruzou uma linha que não poderia voltar.

Eu sabia que era o álcool. Sua doença era o monstro – não Elliot.

E ele estava lutando contra isso, por isso eu tinha ficado.

Continuei acreditando que poderia transformá-lo de volta no homem por quem me apaixonei. Que ele iria melhorar. Que ele estava lidando com um demônio e ele não era puramente maldoso.

Chega uma hora em que você tem que se perguntar: há alguma razão para ficar? Depois daquele primeiro golpe físico, eu sabia que não.

Eu fiz tudo que pude. A única opção que me restava era ir embora.

Então, mesmo com lágrimas escorrendo pelo meu rosto, metade de desgosto e metade de medo de ser pega, eu fiz as malas.

Fechei o zíper da mala, arrastei-a para fora do guarda-roupa, atravessei o corredor e desci correndo as escadas.

Chaves. Chaves. Chaves. Onde diabos eu deixei minhas chaves?!

Por que diabos eu não as colocava de volta no gancho?

Nossa garagem era um labirinto de carros, e eu havia convenientemente perdido as chaves do único carro que iria conseguir tirar da garagem.

Finalmente, encontrei-as em cima de um dos meus cadernos de esboço.

Peguei minha bolsa, saí para a garagem e destranquei o carro.

Então, ouvi o cascalho estalar e triturar quando um carro passou pela garagem.

Eu congelei, minha mala metade dentro do porta-malas.

Porra.

Ele estava de volta.

O que diabos ele estava fazendo em casa? Achei que tinha mais tempo!

Um medo de esmagar os nervos e enfraquecer os joelhos me invadiu quando a porta da garagem se abriu para revelar seu carro esporte elegante a poucos metros do meu.

Porra. Eu não poderia sair agora, mesmo se quisesse.

Ele desligou o motor.

Engoli em seco, observando-o sair do carro, seus olhos indo do porta-malas aberto e da mala para mim.

Eu sabia que era ele e eu sozinhos nesta prisão chamada de mansão. Ninguém me ouviria gritar, ninguém me ouviria choramingar e ninguém ouviria as consequências de minhas ações esta noite.

“Quer me dizer alguma coisa, Summer?”

“Estou indo embora, Elliot. Depois da noite passada …”, interrompi minhas palavras. “Para mim chega.”

Era muito simples. Ele bate em você, você vai embora. Eu deveria saber pelos empurrões e gritos. Mas eu queria acreditar nele. Mas agora?

Não. Eu não poderia enfrentar outra noite como a anterior.

“Summer, por favor, não faça isso. Eu sei que foram alguns meses difíceis. Me desculpe, eu não tinha a intenção isso. Inferno, farei tudo o que for preciso. Vou conseguir um patrocinador para os Alcoólicos Anônimos agora. ” Ele até pegou seu telefone.

Meu estômago deu um nó.

Eu sabia que era uma grande mudança, principalmente se fosse à público.

“Você sabe o que acontece quando eu bebo. Foi você quem me entregou o copo para celebrar nosso primeiro ano com um brinde. ” Suas palavras eram honestas, e eu sabia – ou, pelo menos, esperava acreditar – que, no fundo, ele não tinha más intenções e era a bebida. Ele também estava certo: eu lhe entreguei a taça de champanhe.

“Vamos, Summer, preciso de você, então, por favor, me ajude a superar isso. Enfrentaremos isso juntos e então poderemos voltar a ser como éramos. Você, eu, nós. Vamos colocar nosso casamento de volta nos trilhos. Você sabe que eu te amo.”

Ele estava me implorando, suplicando, e eu sabia que havia apenas uma condição que me faria ficar.

“Eu ficarei só se você procurar ajuda.”

“Feito.” Ele foi rápido em concordar. “Você se lembra da nossa lua de mel? Na primeira noite, você estava bebendo uma sangria e cantando desafinado junto com a banda. Fizemos amor na praia, sob as estrelas. Me lembro de cada detalhe. Foi a melhor noite da minha vida porque finalmente pude chamá-la de minha. Essa foi a noite em que começamos nossa vida juntos. “

Ele fixou os olhos em mim. “Se lembra do dia seguinte, quando estávamos naquele mercado lotado e você se apaixonou por aquele colar, esse que está usando agora, mas não quis comprá-lo porque achou que era muito caro?”

Sua voz era suave, confiante e isenta de agressão. Sua expressão… ele estava completamente calmo, e isso me surpreendeu. “E eu disse que você nunca desejaria mais nada, nunca mais? Estávamos tão felizes, Summer. Farei qualquer coisa para nos levar de volta. “

Ele casualmente deu um passo em minha direção e foi minha reação imediata dar um passo para trás.

As emoções eram avassaladoras e não pude evitar que as lágrimas brotassem dos meus olhos.

Minhas lágrimas o fizeram quebrar a distância entre nós e, antes que eu percebesse, ele estava pegando minha mão com cautela.

Estremecer foi uma reação automática, e eu vi a vergonha estilhaçar seu rosto com a minha reação.

Ele deu o beijo mais doce no meu pulso, e foi o suficiente para obscurecer meu julgamento por um momento.

“Venha, meu amor,” Elliot disse, pegando minha mala do porta-malas. “Vamos entrar.”

E desse jeito … Voltei para o homem que, durante meses, gritou comigo, me empurrou e, finalmente, na noite anterior, me bateu.

Porque ele era meu marido.

Porque eu ainda o amava.

Porque eu ainda não sabia o que Elliot estava prestes a se tornar …

Scorp
preciso de um favor Summer Breeze
Scorp
eu sei que faz muito tempo
Scorp
mas acabei de receber algumas notícias malucas
Scorp
[anexo: Episó[email protected]]
Summer
quem é esse?
Scorp
o presidente do meu motoclube
Summer
eu te disse que não quero nada a ver com o seu clube
Scorp
me escuta
Scorp
ele esteve no corredor da morte por 13 anos
Scorp
agora ele está saindo
Summer
aquele que liderou o massacre anos atrás?
Scorp
é ele
Scorp
eles dizem que a evidência foi adulterada
Summer
o que você quer?
Scorp
há uma chance de algo grande acontecer hj
Scorp
muitas pessoas não querem o Diabo de volta
Scorp
Eu vou ficar do lado dele
Summer
por que se coloca em perigo desse jeito?
Scorp
eu estou devendo a ele
Summer
do que diabos você está falando ?!
Scorp
por favor, Summer
Scorp
me promete uma coisa
Scorp
se você não tiver notícias minhas em 24 horas
Scorp
vá para minha casa
Scorp
há um cofre debaixo da minha cama como meu testamento
Summer
não faça isso Scorp
Scorp
eu sei que você está se cuidando
Scorp
certifique-se de cuidar da minha bebê também
Scorp
tchau Summer
PARABÉNS!

Você acaba de completar seu primeiro episódio diário de Colt. 

DICAS DE PROFISSIONAIS …

Você pode se manter atualizado sobre as histórias que estão em produção por meio do ícone Notícias. 

Se precisar de ajuda para navegar no aplicativo, ou tiver dúvidas ou problemas, você pode usar o ícone Suporte. 

Ambos os ícones podem ser encontrados na página Descobertas. 

 

Leia o livro completo no app do Galatea!

2

SUMMER

Meu irmão era um homem forte. Ele se orgulhava de sua palavra e de sua habilidade de derrubar um homem com um soco. Ele não era alguém com quem você mexeria. Quando as coisas te derrubaram, você se levanta mais forte.

Essa era a atitude dele, e a atitude com a qual fui criada. Não tínhamos um dólar em nosso nome, mas tínhamos nossa palavra e a capacidade de defendê-la.

Ele era um pilar de força, assumindo total custódia de mim quando eu tinha oito anos – mas, assim que fiz dezoito anos, ele voltou para a única vida que conhecia: a vida do clube.

Ele tinha dado as costas ao clube para me educar, e assim que pousamos de volta neste país e eu fui considerada velha o suficiente para cuidar de mim mesma, ele voltou para o Vipers 'Motorcycle Club.

Não foi como se ele simplesmente tivesse me largado pelo clube – não, fui eu quem estava no limite.

Eu disse a ele, clube ou eu.

Desnecessário dizer que mal nos falamos agora. Ele escolheu uma vida como um criminoso em vez de mim, e isso ainda agita o ácido no meu estômago. Depois de tudo que o clube fez com ele, ele voltou.

Isso é o que acontece com os motociclistas – eles são mais leais a estranhos que usam a mesma marca do que ao próprio sangue.

Depois da mensagem de Scorp esta manhã, tentei ligar para ele e implorar que reconsiderasse ficar do lado do Diabo. Eu tinha uma vaga lembrança de Colt Hudson de quando era jovem, mas, com base nos artigos recentes sobre sua soltura, ficar do lado dele levaria à morte certa.

Cada uma das minhas ligações foi direto para a caixa postal, então eu não tive escolha a não ser pular da cama e ver meu irmão cara a cara.

No momento em que estacionei do lado de fora da casa de Scorp, estava chovendo torrencialmente. Baixei o espelho, verificando a espessa camada de base que apliquei antes de sair de casa. Eu não podia suportar a ideia do rosto desapontado de meu irmão se ele visse o hematoma recente, o meu primeiro, nem o pensamento do que ele poderia fazer com Elliot se visse.

Com a certeza de que minha aparência estava impecável, peguei minha bolsa do banco do passageiro, abri a porta do carro e corri através da chuva para a varanda de Scorp.

Bati na porta da frente de Scorp, tocando a campainha sem parar, mas não houve resposta. Abaixei-me e levantei o capacho, rezando para que Scorp ainda escondesse uma chave extra lá. O alívio me encheu quando meus olhos pousaram nele.

Destrancando a porta, entrei no ar viciado e quente da casa escura. Cheirava a maconha, homem e casa. Moramos nesta casa até os meus oito anos. Scorp sempre teve um estranho apego à ela.

“Scorp?”

Meu coração afundou quando ninguém respondeu. Estava muito atrasada. Meu medo pela vida dele aumentou mais um nível – não era dele duvidar de si mesmo como ele tinha demonstrado naquelas mensagens.

Foi quando eu vi. Na escuridão da sala, a brasa brilhante de um cigarro aceso. Uma figura encapuzada estava lá. Alta, escura, ameaçadora. Pingando da tempestade lá fora. Olhando direto para mim.

“Onde ele está?” o homem rosnou.

Eu fiquei completamente entorpecida, enlouquecida de medo. Quem era esse estranho? O que ele queria?

“Onde está Scorp?”

“Eu não acho que ele está em casa. Eu … “Minha respiração parou quando o homem se levantou, puxou o capuz para trás e revelou seu rosto.

Você pode dizer que alguns homens são problema e, enquanto eu o observava tirar sua jaqueta de couro, eu sabia que problema era exatamente o que eu estava olhando.

Fios molhados de cabelo escuro caíam em frente a intensos olhos azuis esfumados. Cicatrizes pálidas nas costas de suas mãos grandes. Tatuagens destacavam seus braços nus e musculosos e desapareciam sob a gola de seu colete, que era bordado com um símbolo que eu tinha visto tatuado no peito do meu irmão quando eu tinha seis anos.

Merda, quem diabos estava na casa do meu irmão?

Meus olhos foram para a cozinha. Procurei por qualquer arma que pudesse encontrar.

“Não faria isso, gatinha,” ele rosnou. “Você viu minha tatuagem. Você sabe do que sou capaz. “

Motoqueiros? Sim, eu sabia muito bem do que eles eram capazes.

Seus olhos correram sobre mim também. Vagarosamente. Do meu cabelo longo e encharcado, pelas minhas pernas esbeltas, até meus saltos prateados. O fato de que este vestido provavelmente estava transparente graças à chuva era perceptível. Ele não era um cavalheiro. Ele não desviou o olhar. Em vez disso, seus olhos permaneceram em meus seios por mais tempo .

Eu o observei tirar um maço de cigarros úmido do bolso. Ele puxou um, acendeu e deu uma longa tragada, enquanto continuava a me encarar. Calafrios se espalharam pelo meu corpo.

Eu não era idiota. Eu sabia o que ele estava olhando. Era o fato de eu não estar usando sutiã.

“Devo dizer a Scorp que você apareceu?” Falei tentando chamar sua atenção, e fiquei surpresa quando ele realmente me olhou nos olhos.

“Você é mulher dele ou algo assim?” Suas palavras eram rudes e curtas. Eu ouvi frustração pura e absoluta em seu tom.

Mulher dele. Um motoqueiro típico, pensando que todas as mulheres respondiam a um homem.  Motoqueiros  . Um desgosto percorreu meu corpo.

O clube foi a razão pela qual Scorp e eu brigamos. Eu odiava o clube. Vendo que eu estava sozinha em casa com este homem, não tinha como admitir isso – além disso, se havia uma coisa que homens como ele obedeciam, era o fato de que se uma mulher fosse considerada propriedade de outro membro, ela não era prejudicada.

“Algo parecido.” Eu senti que precisava da proteção de Scorp agora, e se dizer que era sua mulher impedisse esse homem de me olhar assim, então porra, eu usaria o nome do meu irmão.

Afinal, Scorp tinha uma péssima reputação.

“Bem …” Ele se inclinou sobre mim, usando sua altura para me intimidar.

“Se você quiser continuar sendo mulher dele, é melhor você ir se trocar antes que eu te foda junto com esse suposto vestido.

É transparente, caso você não saiba. “

Com essas palavras saindo de sua boca, meu julgamento sobre ele foi completo. O típico macho alfa pensando que tinha o direito de fazer tal coisa.

Ele estava agindo como se estivesse em uma gaiola e eu fosse a primeira mulher com quem ele tinha permissão para ficar perto.

Talvez eu devesse redirecionar ele e seu mau humor para um dos clubes de strip-tease de Elliot.

Não pude evitar cruzar os braços e estreitar os olhos para ele. “Sua camisa também, mas você não me ouviu reclamando.”

Eu me movi para passar por ele. Em vez de sair do meu caminho, ele me bloqueou com o braço.

“Você e eu sabemos que você não é propriedade do clube.”

Novamente, eu senti que precisava fazer uma referência ao clube para que ele não me machucasse. Os olhos do homem tinham a capacidade de matar.

“Devo minha vida ao clube.” E isso era verdade. O clube tirou Scorp e eu do país quando eu era jovem e ele iria cumprir pena na prisão. Como ele escapou desses crimes era um segredo que ele ainda guardava.

“Mova o braço.” Me recusava a tocá-lo. “Agora.”

“Ou você vai fazer o quê?” ele desafiou.

Já chega!  Eu estava cansada de ser a garota que aguentava as merdas de todo homem. O que fez esse estranho pensar que tinha o direito de me questionar na casa do meu próprio irmão?

“Se mexa ou eu vou fazer você se mexer”, eu falei, entre dentes cerrados.

Agora mesmo era um ótimo exemplo de meu irmão estar certo e eu errada, porque eu não estava carregando uma arma como ele sempre me dissera para fazer.

“Pela sua reação, você sabe quem eu sou?” Ele olhou para mim.

Sim, eu sabia exatamente quem ele era – ele era outro motoqueiro que pensava que sabia melhor do que todos os outros.

Inclinei minha cabeça, observando-o, e usei o poder do silêncio para fazê-lo questionar meu próximo movimento.

“O que você realmente está fazendo aqui, gatinha?” ele se perguntou em voz alta.

“Não é da sua conta.”

“Você é a mulher de Scorp, onde ele está?” ele tentou novamente.

“Eu não sou a mulher dele.” Eu soltei as palavras em frustração. “Eu sou a irmã dele.”

Não querendo passar mais um minuto com um homem que via as mulheres como objetos, acrescentei: “Que tal eu enviar uma mensagem para ele?”

Com um aceno de cabeça do homem, peguei o número de Scorp, esperando que uma mensagem sobre um estranho em sua casa ganhasse sua atenção.

Summer
você sabe que tem um homem na sua casa
Scorp
o quê?
Summer
grande, símbolo dos Vipers, muitas tatuagens. te lembra alguma coisa?
Scorp
o que você está fazendo na minha casa
Summer
você me assustou pra caralho !!!
Summer
o que você esperava?
Scorp
cai fora
Summer
e ele?
Scorp
não se preocupe com ele
Scorp
volte para aquela sua casa chique
Summer
o que há com você sempre falando da minha casa e Elliot?
Scorp
é onde você pertence
Scorp
vá para casa Summer
Scorp
aprenda o seu lugar

Aprender meu lugar.  Meus olhos começaram a lacrimejar e eu rapidamente pisquei para conter as lágrimas. Não era hora de chorar.

Pela expressão distorcida do homem, parecia que eu não tinha sido rápida o suficiente.

“Você está bem?” As palavras soaram incômodas, como se ele nunca as tivesse dito a ninguém antes.

“Meu palpite é que ele está no clube.”

“Quer que eu passe uma mensagem para o seu irmão?” Ele enfiou a jaqueta de volta.

Não consegui evitar que meus lábios se torcessem amargamente. “Ele deixou claro que é mais seu irmão do que meu.”

“Pelo menos ele conhece o lugar dele.” Suas palavras me fizeram congelar por um instante. Como diabos ele conseguiu reformular as mesmas palavras que meu irmão acabara de usar comigo?

“Vá para o inferno,” eu cuspi. Quem diabos ele pensava que era?

Um sorriso arrogante se espalhou por seu rosto. “Acabei de sair.”

Minha respiração ficou presa na garganta quando as peças do quebra-cabeça se encaixaram. Um relâmpago cortou o céu, fazendo os cabelos da minha nuca se arrepiarem enquanto eu perguntava: “Espera, você é …?”

Um brilho perverso iluminou seu rosto. “Colt Hudson. O Diabo.”

 

Leia o livro completo no app do Galatea!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A Chama nos Une

Em seu aniversário de dezoito anos, Lydia descobre que está destinada a se casar com o rei Gabriel de Imarnia, e sua vida inteira vira de cabeça para baixo. Usando seus raros poderes de fogo e anos de treinamento, Lydia tenta resistir ao destino a todo momento.

Mas o rei Gabriel tem outros planos…

Classificação etária: 18 +

Autor Original: Suri Sabri

Tranquilidade

Fora do Reino Licantropo, Lilac de dezoito anos é uma lobisomem tímida — mas ela é linda, e todos ao seu redor estão notando.

Quando um cheiro que ela não pode ignorar a atinge e ela é forçada a reconhecer seus desejos, ela se vê olhando para o infame Kyril Vasilo. E ela descobre que ele não é apenas um lobisomem qualquer… ele também pode ser seu par.

No Fim do Mundo

Savannah Madis era uma aspirante a cantora feliz e alegre até que sua família morreu em um acidente de carro. Agora, ela está em uma nova cidade e uma nova escola, e se isso não fosse ruim o suficiente, ela cruza com Damon Hanley, o encrenqueiro da escola. Damon fica totalmente confuso com ela: quem é essa garota metida a esperta que o surpreende a cada encontro? Ele não consegue tirá-la da cabeça e – por mais que ela odeie admitir – Savannah sente o mesmo! Eles fazem um ao outro se sentirem vivos. Mas isso é o bastante?

A Serva do Dragão

Viaje no tempo com esta reinterpretação medieval da fumegante ~Cidade Réquiem~! Madeline serviu aos poderosos metamorfos Dragões da Horda de Réquiem desde que era jovem. Em seu aniversário de dezoito anos, Hael, o próprio Senhor do Dragão, fixa seus olhos verde-esmeralda em Madeline. Ele tem planos ~maiores~ para ela. Madeline será a escrava sexual subserviente que Hael exige? Ou esse dominador ultra sexy encontrou seu par?

Keily – Gordinha e Fabulosa

Keily sempre foi corpulenta e, embora tivesse suas inseguranças, nunca deixou que isso a atrapalhasse. Isto é, até ela se mudar para uma nova escola onde conheceu o maior idiota de todos os tempos: James Haynes. Ele nunca perdia a chance de zombar de seu peso ou apontar o que chama de defeitos. Mas o fato é que… as pessoas que dizem as coisas mais maldosas geralmente escondem seus próprios problemas, e James está escondendo um segredo ENORME. E é um segredo sobre Keily.

Classificação etária: 18+ (Aviso de conteúdo: assédio sexual, agressão)

Autor Original: Manjari

A Princesa e o Dragão

“Eu pulei da minha cama. Coloquei meu casaco de pele de carneiro. Era verão, mas as manhãs ainda eram frias.

Peguei a mochila de aventura que papai me deu no meu último aniversário, quando fiz sete anos. Ele a encheu de coisas úteis que eu precisaria para caçar salamandras, construir fortes e caçar Dragões.”

Estrada de Aço

Paxton é filha do xerife local. Connor é o líder do Clube de Moto dos Cavaleiros Vermelhos. Suas vidas colidem depois que Paxton volta para casa, para a pequena cidade em que ela cresceu. As faíscas voarão ou o romance deles levará a cidade inteira a uma ruína?

Prometida ao Rei Lobisomem

~ Foi assim que o mundo acabou. ~

~ O rei dos lobos, o monstro mítico, o homem majestoso que eu aprendi a amar e desejar com todas as minhas forças estava lá.. sangrando ao lado de seu trono. Morrendo. ~

~ Ao lado dele estava um demônio sorridente… o Lorde Demônio. Ele apontou para mim com um dedo longo, preto e fino. ~

~ “Você é minha agora”,

No Rastro das Estrelas

Desde o dia em que nasceu, Rieka foi trancada todas as noites por sua família, incapaz de realizar seu único desejo; ver as estrelas.

Agora, vinte anos depois, ela arquitetou um plano para fugir com seus amigos, mas ela não sabe que este simples ato de rebeldia mudará sua vida para sempre e a colocará na mira de um Alfa que não a deixará partir.

Laços Leais

Zoey Curtis está desesperada para sair de seu emprego atual e se afastar de seu chefe idiota! Mas quando ela recebe uma oferta de trabalho como assistente do playboy bilionário Julian Hawksley, ela não está preparada para os desejos ardentes que ele desperta dentro dela…