logo
GALATEA
(30.7K)
FREE – on the App Store

Prometida ao Rei Lobisomem

~ Foi assim que o mundo acabou. ~

~ O rei dos lobos, o monstro mítico, o homem majestoso que eu aprendi a amar e desejar com todas as minhas forças estava lá.. sangrando ao lado de seu trono. Morrendo. ~

~ Ao lado dele estava um demônio sorridente… o Lorde Demônio. Ele apontou para mim com um dedo longo, preto e fino. ~

~ “Você é minha agora”,

 

Prometida ao Rei Lobisomem por Alena Des está agora disponível para leitura no aplicativo Galatea! Leia os dois primeiros capítulos abaixo, ou faça o download do Galatea para obter a experiência completa.

 


 

O aplicativo recebeu reconhecimento da BBC, Forbes e The Guardian por ser o aplicativo mais quente para novos romances explosivos.

Ali Albazaz, Founder and CEO of Inkitt, on BBC The Five-Month-Old Storytelling App Galatea Is Already A Multimillion-Dollar Business Paulo Coelho tells readers: buy my book after you've read it – if you liked it

Leia o livro completo no app do Galatea!

1

BELLE

Foi assim que o mundo acabou.

O rei dos lobos, o monstro mítico, o homem majestoso que eu aprendi a amar e desejar com todas as minhas forças estava lá.. sangrando ao lado de seu trono. Morrendo.

Ao lado dele estava um demônio sorridente… o Lorde Demônio. Ele apontou para mim com um dedo longo, preto e fino.

“Você é minha agora”, ele resmungou, com fogo cuspindo de sua boca. “Annabelle… minha princesa das trevas…”

Eu caí de joelhos e gritei de angústia. Mas enquanto as lágrimas escorriam pelo meu rosto, eu as senti… borbulhando… fervendo… derretendo a minha pele. Eu gritei, arranhando meu rosto, tentando fazer aquilo parar.

Mas não havia como parar o que eu estava me tornando. Eu ouvi a gargalhada do Lorde Demônio enquanto as minhas lágrimas se tornaram cicatrizes negras, meus olhos vazios, meus lábios… que nunca sentiriam o gosto dele novamente… o Rei Lobisomem que eu amava…

Ele estava perdido.

Eu estava perdida.

O mundo estava perdido… Apenas a escuridão reinava agora …

***

Acordei assustada, tremendo, hiperventilando, mas o mundo ainda estava escuro.

“O quê?” Eu disse, enlouquecendo. “O que está acontecendo?”

Percebi que estava usando uma venda sobre os olhos e, assim que a tirei, pude ver que estava sã e salva em meus aposentos. Ufa.

Esse maldito sonho de novo. Ele se repetia há semanas. Mas toda vez que eu acordava, não conseguia me lembrar de nenhum detalhe. Apenas o terror, o pavor, a sensação de que algo importante estava por vir. Mas, o quê?

Uma batida forte na porta me fez pular da cama.

“Querida?”

Eu me virei e vi o meu pai. Só isso. Controle-se, Belle , repreendi-me.

“O que foi, pai?”

“Precisamos conversar sobre uma coisa importante.”

Ele veio e se sentou na minha cama. O meu pai era o alfa do nosso bando, rígido como uma parede de tijolos, mas com uma bondade silenciosa em seus olhos castanhos que não dava para negar. Ele era intensamente dedicado à família, e é por isso que o que ele disse a seguir me chocou profundamente.

“Anabelle”, disse ele, baixando os olhos. “Eu não sei como dizer isso, mas chegou a hora de você deixar a matilha para trás.”

Meus olhos se arregalaram. “O quê?”

“A sua mãe e eu estamos enviando você para um lugar … seguro. Agradável. Bem longe daqui.”

“Do que você está falando?” Eu disse, levantando-me, recuando. “Esta é a minha casa! Eu não posso deixar a matilha. Eu pertenço-“

“Você pertence onde eu digo que você pertence!” ele gritou, e eu fiquei quieta.

O meu pai raramente levantava a voz. Isso significava que ele estava falando sério. Ele, o alfa do nosso bando, estava com medo de alguma coisa. Mas, o quê?

“Por quê… por que você está fazendo isso?” Eu perguntei, e as lágrimas brotaram dos meus olhos.

Pensei em meu irmão, Sean, em meus melhores amigos, Joshua e Danny, e acima de tudo, em Gregory, o homem com quem eu acreditava estar destinada a ficar. Como eu iria viver sem eles? O que estava acontecendo? Meu mundo estava desmoronando sobre a minha cabeça.

“Não consigo explicar”, disse o meu pai. “Mas você deve entender, Annabelle. É para te proteger. “

Proteger de quê? Isso estava relacionado àquele sonho maldito? Se eu pudesse me lembrar dos detalhes. Mas eu não estava com medo disso … seja lá o que issofosse. Não. Esta era minha casa. E nada, ninguém, iria tirar isso de mim.

“Annabelle,” meu pai disse, parecendo capaz de ler os meus pensamentos. “Não—”

“Tente me impedir”, eu disse.

E antes que ele soubesse o que estava acontecendo, saí correndo para fora da casa em direção à floresta o mais rápido que meus pés conseguiram.

***

Eu estava correndo pela minha vida. À distância, eu podia ouvir a voz estrondosa do meu pai. “Volte aqui, Annabelle!”

Mas de jeito nenhum eu iria parar. Me virei e senti um calor familiar infiltrar-se na minha pele. Meus braços e pernas se esticaram, uma camada de pelo avermelhado emergiu do meu corpo, me cobrindo como um cobertor grosso.

Agora de quatro, fui em direção ao meu local secreto na floresta. Eu o descobri quando era bem mais jovem. Sean, meu irmão mais velho, havia me provocado incessantemente, o que me fez fugir chorando para a floresta.

“Você não é minha irmã!” ele gritou. “Volte para onde você veio!” Ele era cinco anos mais velho do que eu, e tudo que eu mais queria era ser amada por ele.

Naquela noite, tropecei exausta na clareira, mas a lua cheia olhou para mim, cegando-me com sua majestade fluorescente. Ela falou comigo silenciosamente, acalmando minhas preocupações. Era minha amiga secreta quando me perdi na escuridão.

Eu estava correndo para lá, na esperança de encontrar o mesmo consolo e conforto que senti pela primeira vez, há treze anos. Ser mandada embora significava que eu também teria que deixar para trás a minha clareira especial. Eu não conseguia suportar essa ideia.

Onde eu poderia me transformar? Onde eu poderia ficar sozinha? Oh, querida Deusa da Lua, não permita que esse seja o meu destino. Não deixe o meu pai me mandar embora!

“Belle, pare! Espere por mim “, gritou Sean. As nossas diferenças foram resolvidas pelo tempo, agora nós somos próximos. Eu sabia que ele se importava, mas algo dentro de mim se recusou a parar de correr. Eu precisava ficar longe de todos.

Eu o ouvi se transformar atrás de mim, o seu corpo gigante de quase dois metros se transformando em um enorme lobo cinza que era tão rápido quanto forte. Ele me alcançaria a qualquer momento, já que sou uma loba pequena e fraca.

Quando eu me transformei pela primeira vez aos quinze anos, pensei que minha loba ficaria maior, mas nunca ficou. Ao contrário do resto da minha família, ela permaneceu pequena e esquelética.

O que me tornou mais fácil de ser pega.

O lobo de Sean pulou nas minhas costas, me prendendo no chão. Tentei me desvencilhar, mordendo suas pernas, mas não adiantou. O Sean rosnou e cravou as unhas na minha pele.

Cedendo sob a dor, me transformei de volta na minha forma humana e ele me deixou levantar. Uma vantagem em ser uma loba pequena? Eu era a única na matilha que conseguia manter as minhas roupas humanas enquanto me transformava em loba.

“Precisamos conversar”, disse Sean, vestindo a sua camisa.

“Eu não vou a lugar nenhum,” falei. “Se o papai te mandou atrás de mim-“

“Você tem que obedecê-lo, Belle. É a única maneira.”

“Eu não acredito que você está do lado dele,” eu respondi. “Pelo amor da Deusa da Lua, você vai me dizer que diabos está acontecendo?”

Sean desviou o olhar. Eu senti que devia ser algo sério. Ele não era de evitar confrontos. Na verdade, ele tinha a reputação na matilha de nocautear qualquer um que olhasse para ele de forma errada. Ou qualquer pobre coitado que olhasse para mim, para ser sincera.

– Ele está vindo atrás de você, Belle, – Sean disse calmamente. “Ele sabe onde você está. Você não pode estar aqui quando fizer dezoito anos. “

Ele? Doque você está falando? Quem é ele ? “

“Não posso te dizer. Se o papai achasse que você deveria saber… “

“É a minha vida, Sean!” Eu gritei. “Eu mereço saber se alguém está atrás de mim. Por favor? Diga-me. Quem é ele? Quem está vindo atrás de mim? É outro alfa? “

“Não, ele não é um lobisomem. Ele é… ele é outra coisa. “

“Outra coisa? O que você quer dizer? Não há outras coisas. Apenas humanos e lobisomens. “

“Tem muita coisa que você não sabe, Belle…”

Eu senti como se o mundo que eu conhecia e amava estivesse desmoronando e nem mesmo a minha clareira secreta poderia me proteger do que estava por vir.

“Olha, você se lembra daquele dia em que fugiu na floresta porque eu estava provocando você e ninguém conseguiu te encontrar o dia todo, e a mamãe ficou louca?”

“E então você ficou de castigo por uma semana?” Eu respondi. “Sim, claro. Eu te odiei naquele dia. “

“Claro, eu também teria me odiado,” Sean disse impaciente, como se eu o estivesse impedindo de chegar a uma conclusão. “Mas, você se lembra do que eu estava dizendo antes de você fugir?”

“Você disse… você disse que ninguém me amava, e mamãe e papai estavam mentindo para mim. Você era um verdadeiro idiota naquela época, sabia? Você fez da minha vida um inferno.”

“Eu também disse que você foi encontrada na fronteira da manada.”

“E daí? Essa é uma piada estúpida que todo irmão mais velho faz. O que isso importa?” Mas o meu corpo traiu os meus verdadeiros sentimentos. Eu podia sentir o meu coração batendo forte dentro do peito. Uma revelação estava por vir – eu podia sentir.

Sean olhou para mim com olhos pesados ​​e soltou um suspiro profundo. “Isso não foi uma piada, Belle.”

Eu silenciosamente implorei para ele sorrir ou piscar, qualquer coisa que indicasse que ele estava só brincando comigo. Em vez disso, o seu rosto permaneceu sério.

“Lembro-me de uma noite, o papai voltou com um pacote nos braços e ele e a mamãe discutiram. Eu nunca tinha ouvido eles discutirem assim. Então, cheguei mais perto e comecei a escutar. A mamãe queria ficar com você, mas o papai estava preocupado.

“Ele ficava dizendo que devia haver mais coisas nessa história. Ele disse que alguém voltaria por você, um dia. Corri escada abaixo para ver do que eles estavam falando. E foi quando eu vi você pela primeira vez, enrolada naquele cobertor. Você era tão pequena e frágil, Belle.

“É por isso que eu senti raiva por tanto tempo. Eu estava com medo de te amar porque pensei que você poderia ser tirada de nós e eu não suportava a ideia de perder a minha irmãzinha. Demorei um tempo para perceber, não importava se alguém viesse, porque essa pessoa não era da sua família. Nós éramos a sua família. “

Era coisa demais para processar de uma vez só. Eu não sabia por onde começar. Olhei para meu irmão, meu protetor, meu amigo. Isso estava matando-o por dentro.

“É por isso que você é tão super protetor?” Eu perguntei.

“Eu não consigo evitar,” ele disse, balançando a cabeça. “Eu prometi que nunca deixaria nada de ruim acontecer com você. É por isso que você tem que voltar para casa comigo, entendeu? “

“Primeiro, me conte,” eu disse. “Quem é ele ? Quem está atrás de mim? “

Sean suspirou, olhando para baixo. Eu sabia que as respostas estavam por vir, embora, suspeitei, elas não tornariam a situação mais clara..

“Na semana passada, o rei recebeu um ultimato. Dizia para devolver você ou então a guerra seria declarada contra todos os lobisomens. “

“O rei? Uma guerra? ” Eu gaguejei. “O que isso tem a ver comigo?”

“Belle”, disse Sean, segurando-me com firmeza. “Não sabemos muito. Mas sabemos que ele é o governante da sua espécie. Nós sabemos que ele se chama… Lorde Demônio. “

Um flash de imagens horríveis me deixou paralisada. Um dedo preto e fino apontou diretamente para mim. Uma boca ardente e tagarela. O sonho.

Era com ele que eu tinha sonhado. O Lorde Demônio.

“Eu queria ter mais informações”, disse Sean. “Tudo o que sabemos é que ele é muito perigoso. E ele está disposto a ir para a guerra se isso for trazer você de volta. “

Estava difícil respirar, as minhas mãos ficaram úmidas. Eu me senti como se estivesse sufocando.

“Por quê? Por que eu? O que ele quer comigo? “

– Belle … – disse Sean, olhando nos meus olhos. “Eu acho que você é … eu acho que é de onde você veio. Você pertence a ele. “

Eu dei um passo trêmulo para trás, os olhos arregalados, hiperventilando. Tudo começou a ficar borrado e parecia que o meu corpo estava flutuando. Eu estava caindo.

E agora, estava ouvindo a sua voz novamente … a voz do meu sonho …

“Annabelle, minha princesa das trevas …”

O Sean estava gritando; ele estava tentando me alcançar. Mas ele estava longe demais. Era tarde demais. A minha clareira secreta, iluminada pela lua, estava sumindo na escuridão, as estrelas piscando, uma por uma.

E enquanto tudo escurecia … enquanto o mundo desmoronava ao meu redor … tudo que eu podia ver era o outro homem do meu sonho, o Rei Lobisomem, deitado em uma poça do seu próprio sangue.

Belle, ” Eu observei seus lábios silenciosamente. ” Eu te amo.

E então, a escuridão tomou conta de tudo.

 

Leia o livro completo no app do Galatea!

2

BELLE

“Você está bem? Me responda, Belle! ” Eu ouvi uma voz distante que parecia a do meu irmão. Aquele era o Sean? Minha cabeça latejava com tanta força que eu nem conseguia pensar direito. Mas então, através da vista embaçada, eu o vi olhando para mim.

“O que aconteceu?” Eu perguntei.

Sean suspirou. “Quando você recuou, você tropeçou e caiu. Você deve ter batido a cabeça em uma pedra ou algo assim, porque ficou inconsciente. “

Tentei me sentar, mas ainda me sentia tonta. Passei meus dedos sobre o calombo que se formou na minha cabeça, lembrando-me de flashes da nossa conversa e do sonho.

O Lorde Demônio.

O Rei Lobisomem.

A verdade sobre quem eu realmente era.

Eu balancei a cabeça. Era muita informação para processar tudo de uma vez. Eu olhei ao redor e percebi que estava de volta ao meu quarto, deitada na minha cama.

“Você me trouxe de volta?”

Sean acenou com a cabeça. “Mamãe e papai estão te esperando lá embaixo. Quando você estiver pronta.”

“Eu não quero vê-los,” eu disse, irritada. “Eu não acredito…”

“Eu sei”, disse Sean, me puxando para um abraço apertado. “Mas, Belle, eles ainda são seus pais. Mesmo que não sejam biológicos. Eles amam você. “

Amor. Isso me fez lembrar do sonho novamente… do Rei Lobisomem. Ele me disse algo? Não importa. O que importa é que tudo que eu sempre acreditei era mentira.

Quem eu era realmente, me perguntei. Sempre me vi como a filha de um alfa de uma matilha forte. Uma loba comum. Agora, o tamanho tão pequeno da minha loba fazia sentido, eu acho. Fazia sentido porque eu não parecia nem com a minha mãe e nem com o meu pai.

Mas a ideia de que eu… pertencia … ao Lorde Demônio? Que ele estava disposto a declarar guerra a todos os lobisomens para me ter de volta? Isso eu não conseguia entender.

Só havia uma maneira de descobrir mais. Respirei fundo, olhei para Sean e assenti.

“Tudo bem,” eu disse. “Vamos vê-los.”

***

Meus pais estavam esperando por nós na sala, lá embaixo. Os dois tinham expressões sérias, e eu me joguei em uma cadeira.

“Querida, estamos tão felizes que você está bem,” meu pai começou.

“Você não deveria ter fugido assim,” mamãe disse, séria. “Não depois do-“

“Do ultimato do Lorde Demônio?” Eu interrompi, observando as expressões chocadas dos dois. “Sim, o Sean me contou tudo.”

“Sean!” Mamãe gritou.

“Me desculpem, pessoal”, disse Sean, olhando para o lado. “Mas ela tem o direito de saber. Ela já tem quase dezoito anos. “

“O que, aparentemente, é tipo uma data limite?” Eu perguntei. “Será que vocês podem explicar? Mãe? Pai? Ou a partir de agora eu tenho que chamá-los pelo primeiro nome? “

Papai olhou para baixo, eu nunca tinha visto os seus olhos tão tristes. Eu não gostava de machucá-los assim, mas depois de ser enganada por tanto tempo, eu estava com raiva e precisava atacar. Qualquer coisa. Qualquer um. Os dois simplesmente estavam ali para eu descontar.

“Você tem o direito de ficar com raiva”, disse a minha mãe. “Mas, saiba que mantivemos a história de como te encontramos em segredo por um motivo.”

“Para me proteger, eu sei. O papai já me falou disso.”

“Mas não para te proteger do Lorde Demônio. Nós sabíamos que um dia… ele voltaria… de uma forma ou de outra. Isso estava prestes a acontecer. “

“Então, para me proteger de quê?”

Mamãe e papai se entreolharam, preocupados. Então, papai se inclinou para frente.

“A verdade é que o nosso Rei nem sempre é o cara mais bondoso. “

“Você quer dizer que… você estava me protegendo do Rei Lobisomem? Por quê?!”

“Ele nunca teria aprovado a sua adoção”, disse papai. “Teria te expulsado da matilha anos atrás, se ele soubesse.”

“E agora?”

“É por isso que estamos mandando você embora, Belle”, disse a minha mãe. “Para ele não pegar você primeiro.”

“Você acha que ele realmente me entregaria? Para o Lorde Demônio?”

“Se isso significasse proteger todos os lobisomens do mundo?” Papai disse, balançando a cabeça. “Eu acho que sim. Esse é o jeito do Rei Keith. Tudo pelo bem maior.”

Eu balancei a cabeça, sem acreditar naquilo. E eu tinha pensado que só teria que me preocupar só com um inimigo poderoso. Mas meus pais estavam dizendo que ambos eram ruins?

Mamãe começou a chorar e papai segurou a mão dela, com ternura. O jeito que eles se olharam me lembrou o quanto esses dois são importantes para mim. Era um olhar de amor puro. Depois de todos esses anos, eles ainda estavam loucamente apaixonados.

Às vezes, eu não conseguia acreditar que a chama deles ainda permanecia tão viva e forte. Eu queria me apaixonar assim, um dia. Mas nenhum dos meus contos de fadas se tornaria realidade se o Rei Lobisomem e o Lorde Demônio estivessem atrás de mim.

Como eu poderia encontrar o meu prometido quando a minha vida estava desmoronando?

“Faça as malas, Belle,” papai finalmente quebrou o silêncio. “Nós partiremos logo de manhã.”

“Não terei tempo para… me despedir? Aos meus amigos?”

Eles se entreolharam novamente, então mamãe balançou a cabeça.

“Eu acho que não, Belle. Não dessa vez.”

Eu podia sentir as lágrimas surgindo. A ficha da gravidade da minha situação não tinha caído até agora. Mamãe se inclinou para me abraçar e eu recuei.

“Não faça isso. Apenas… me deixe em paz. “

Mamãe e papai assentiram, levantaram-se e saíram da sala, deixando Sean e eu em silêncio. Ele apertou meu ombro.

“Ei,” ele disse. “Você pode dizer adeus a uma pessoa, pelo menos.”

“Você? Sem ofensa, Sean, mas eu estava pensando mais em… “

“Eu não.” Ele piscou. E então, houve uma batida forte na porta da frente. Meus olhos se arregalaram e Sean sorriu.

“Relaxe”, disse Sean, caminhando para atender a porta. “O Lorde Demônio não bate.”

Muito engraçado, Sean.

Ele foi até a porta, e é claro que ele abriu para o Gregory … o garoto por quem eu estava loucamente apaixonada. Aquele que sempre imaginei sendo o meu prometido.

“Ei, Belle”, disse ele, corando e olhando para longe.

Gregory era o filho do beta da nossa matilha. Ele era tímido, mas de um jeito meio fofo. Ele tinha cabelos pretos encaracolados que caíam até os ombros e olhos verdes brilhantes, com cílios longos. Eu adorava ver como as mechas faziam uma voltinha na nuca ou como ele mordia a parte interna da bochecha sempre que estava nervoso.

Ele tinha um corpo delicioso, que eu havia cobiçado em muitas ocasiões, mas ele o carregava com a incerteza de um adolescente magro, curvando os ombros largos e mantendo o queixo abaixado.

Nunca entendi porque ele era tão inseguro tendo uma aparência tão incrível.

Sean sabia que nós éramos próximos, mas não sabia o que eu realmente sentia em relação a Gregory. Ou, pelo menos, eu achava isso. Alguma coisa no seu sorriso irônico sugeria o contrário.

Então eu disse “O que te traz aqui, Gregory?”

“Eu acho, uh, eu só queria ver como você está… Eu ouvi sobre o, uh, ultimato.”

Aproximei-me de Gregory, para beijar a sua bochecha e mostrar a ele o quanto o seu cuidado era importante para mim, pensando – esta pode ser a minha última chance – quando ouvimos uma comoção do lado de fora.

Os lobos uivavam. Eu podia ouvir suas patas arranhando enquanto circulavam pela casa. Antes que eu pudesse perguntar o que estava acontecendo, o meu pai desceu correndo as escadas e saiu voando pela porta. Sean e Gregory o seguiram de perto.

“Onde você está indo?” Eu perguntei em vão. Então, avistei a minha mãe, o seu lindo rosto estava repleto de preocupação.

“Ele está aqui”, ela disse em um sussurro trêmulo.

“Quem? O Lorde Demônio? “

“Não. O rei.”

Eu não gostei de como todos estavam assustados. A aparição do Rei Lobisomem em nossa casa era um evento muito raro. Depois do que meus pais me disseram, eu sabia que só poderia significar uma coisa.

Eu saí e meu pai estendeu o braço para me impedir.

“Chegamos tarde demais”, disse ele, impotente. Não aguentei ver tanto desespero em seu rosto. Ele era o alfa do bando, e qualquer emoção além da confiança suprema era motivo para preocupação.

Eu tenho que ser forte por todos nós. Mesmo que eu não seja a filha biológica desse homem, eu fui criada como um filhote alfa e sei agir como um.

“Está tudo bem, pai. Leve-me para conhecer o Rei. “

“Eu não vou deixar ele tirar você de nós. Eu juro para você, Belle. “

Mas essa era uma promessa que nós dois sabíamos que ele não poderia cumprir. O Rei Lobisomem era o alfa de todos os alfas, e ninguém, incluindo o meu pai, tinha o poder de desobedecê-lo.

Eu respirei fundo e segui em frente, passando pelo meu pai. As minhas pernas tremeram quando a adrenalina invadiu o meu corpo.

Sean e Gregory já haviam se transformado para as suas formas de lobo, enquanto outros membros da manada começaram a aparecer em pequenos grupos, entrando em frenesi, mostrando os dentes e mordiscando uns aos outros. Os seus uivos emocionantes subiram aos céus, prestando homenagem à Deusa da Lua, pedindo por força e bravura.

Quando me viram, correram para o meu lado, formando um escudo feroz de presas e rosnados selvagens. Eles eram um bando de soldados leais e dariam as suas vidas para proteger a filha do alfa.

Se eles soubessem a verdade.

“Isso tudo é muito nobre, mas eu desistiria se fosse vocês…”

O aviso veio de uma voz com um timbre profundo. Atrás do escudo de lobos, eu não conseguia ver quem tinha falado, mas a voz por si só foi o suficiente para fazer o meu coração tremer e minhas pernas fraquejarem. Eu fiquei tonta.

Ele está fazendo isso comigo ou é coisa da minha cabeça?

“Por favor, meu rei,” meu pai implorou. “Ela é a minha filha. Nós não podemos— “

“Afaste-se!” gritou o rei, desta vez emitindo um comando alfa que nem mesmo a mente mais forte poderia suportar.

Em segundos, todos os lobos, exceto Sean e meu pai, se curvaram, inclinando a cabeça.

Meu irmão e meu pai estavam resistindo à ordem com todas as suas forças. Eles lutaram para tolerar a dor explosiva em suas cabeças.

Meu pai pressionou os dedos nas têmporas, virando a cabeça de um lado para o outro como se sua mente estivesse sendo destruída por dentro.

Eu não conseguia ver minha família assim. Eu me empurrei para frente e ergui as mãos.

“Pare! Pare por favor! Eu vou com você. Mas não os machuque mais! ” Eu gritei.

Sean uivou, caindo no chão, finalmente livre da tortura que o rei fizeram com ele. Olhei para o meu pai, que estava imóvel na terra.

“Ele vai ficar bem,” o Rei rosnou. “Agora, venha aqui, garota. Deixe-me vê-la.”

Finalmente me virei para ver o rei em toda a sua maravilha colossal.

Ele tinha olhos negros assustadores com tal profundidade, que parecia que você poderia cair e continuar caindo neles para sempre. Seus cílios eram grossos, a mandíbula esculpida como se fosse de pedra.

Eu me vi atraída por ele por algum poder misterioso, querendo conhecê-lo em todos os níveis. Seus ombros largos, tórax musculoso e abdômen trincado se moviam com cada respiração. Eu não conseguia parar de olhar, sentir, imaginar …

Espere. O que diabos está acontecendo comigo?!

Eu me sacudi para sair dessa paranoia. Ele era o inimigo. Veja o que ele fez com o meu pai e meu irmão! Ele estava aqui para me levar embora .

“Então, você é a Belle, não é?” ele perguntou.

Tudo que eu pude fazer foi acenar em resposta. Havia um leve sorriso em seus lábios, um brilho em seus olhos, como se ele soubesse algo sobre mim que eu não sabia.

Por um segundo, me lembrei do sonho em que o Rei Lobisomem estava morrendo, sussurrando quatro palavras para mim: “Belle, eu te amo.”

Como poderia esse homem, essa besta, esse rei me amar? Era impossível. Sem falar mais nada, ele se transformou no maior lobo que eu já vi. Então, ele me deu uma patada letal, que me arremessou de costas.

Eu era impotente, não podia resistir a ele. Eu me virei e vi Sean e meu pai uivando de coração partido. Mas não tinha nada que eu pudesse fazer.

De repente, percebi que estava voando pelo ar. As árvores passaram por mim rapidamente, como um borrão, enquanto eu agarrava o pelo do rei, desesperadamente.

Eu não fazia ideia para onde ele estava me levando… mas eu sabia que, de agora em diante, a minha vida nunca mais seria a mesma.

 

Leia o livro completo no app do Galatea!

Tranquilidade

Fora do Reino Licantropo, Lilac de dezoito anos é uma lobisomem tímida — mas ela é linda, e todos ao seu redor estão notando.

Quando um cheiro que ela não pode ignorar a atinge e ela é forçada a reconhecer seus desejos, ela se vê olhando para o infame Kyril Vasilo. E ela descobre que ele não é apenas um lobisomem qualquer… ele também pode ser seu par.

A Princesa e o Dragão

“Eu pulei da minha cama. Coloquei meu casaco de pele de carneiro. Era verão, mas as manhãs ainda eram frias.

Peguei a mochila de aventura que papai me deu no meu último aniversário, quando fiz sete anos. Ele a encheu de coisas úteis que eu precisaria para caçar salamandras, construir fortes e caçar Dragões.”

O Guardião Possessivo

Quando a colega de quarto de Kara diz que seu primo vai dormir no sofá por algumas noites, Kara não se importa muito. Até que ele aparece, e eles incendeiam os mundos um do outro.

Os Guerreiros de Torian

A terra está sob o ataque de uma raça de alienígenas monstruosos que têm um único objetivo: A total destruição da humanidade. Lilly e sua irmã mais nova acabam no meio da confusão e estão condenadas à morte certa… Até que o encantador guerreiro Rei Bor chega de outro planeta e as salva. Sua missão é proteger todos os humanos, mas agora ele só tem olhos para Lilly. Será que o dever vai falar mais alto, ou ele vai sacrificar tudo por ela?

Classficação etária: 18+

Nas Garras da Paixão

Não existe ninguém no mundo que não ame Scarlet. Ela é jovem, linda, e tem a alma de um anjo… Então é um choque quando o seu amante prometido se revela o impetuoso e cruel Alfa-Rei.

Temido por todos – e com razão- ele retornou depois de sete anos para retomar o que é seu. Será que Scarlet poderá faze-lo abaixar a guarda, ou vai acabar implorando por piedade?

Classificação etária: 18+

Keily – Gordinha e Fabulosa

Keily sempre foi corpulenta e, embora tivesse suas inseguranças, nunca deixou que isso a atrapalhasse. Isto é, até ela se mudar para uma nova escola onde conheceu o maior idiota de todos os tempos: James Haynes. Ele nunca perdia a chance de zombar de seu peso ou apontar o que chama de defeitos. Mas o fato é que… as pessoas que dizem as coisas mais maldosas geralmente escondem seus próprios problemas, e James está escondendo um segredo ENORME. E é um segredo sobre Keily.

Classificação etária: 18+ (Aviso de conteúdo: assédio sexual, agressão)

Autor Original: Manjari

Caindo na Real

Desde jovem, Maya Hamilton era uma garota festeira, e tudo que mais amava era se soltar e fazer o que bem entendia. Jace Parker era um garoto de fraternidade irresponsável que tinha uma queda por garotas festeiras: eles eram perfeitos um para o outro – até que, do nada, ele terminou o relacionamento através de uma mensagem de texto. Agora, dois anos depois, eles se reencontram como aluna e professor, e Maya está escondendo um segredo que pode mudar a vida de Jace!

Centelha do Desejo

Órfã jovem e transferida de lar adotivo para lar adotivo, Adeline passou os últimos nove anos sozinha e com um segredo: ela é um lobisomem. Quando, sem saber, ela entra no território da matilha durante uma corrida, ela é capturada e logo descobre que encontrar sua própria espécie não era tudo o que ela esperava que fosse. Quando ela encontra o alfa que a detém contra sua vontade, faíscas voam. Mas será que ele pode vê-la como qualquer outra coisa que não seja um selvagem? Ou ela será sua prisioneira para sempre?

No Rastro das Estrelas

Desde o dia em que nasceu, Rieka foi trancada todas as noites por sua família, incapaz de realizar seu único desejo; ver as estrelas.

Agora, vinte anos depois, ela arquitetou um plano para fugir com seus amigos, mas ela não sabe que este simples ato de rebeldia mudará sua vida para sempre e a colocará na mira de um Alfa que não a deixará partir.

O Convite do Alfa

Georgie passou a vida inteira em uma cidade de mineração de carvão, mas só quando seus pais morreram bem na sua frente é que ela percebeu como seu mundo realmente é brutal. Justamente quando ela pensava que as coisas não podiam piorar, a jovem de dezoito anos tropeça no território de uma matilha reclusa de lobisomens que, de acordo com os rumores, são donos das minas. E seu alfa não está muito feliz em vê-la… Ao menos no início!